Sri Caitanya Caritamrta

por Sua Divina Graça A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada

Caitanya Caritamrta

Verso 84

anupama-vallabha, sri rupa, sanatana

ei tina sakha vrksera pascime sarvottama

TRADUÇÃO: No lado ocidental estavam o quadragésimo terceiro, o quadragésimo quarto e o quadragésimo quinto galhos – Sri Sanatana, Sri Rupa e Anupama. Eles eram os melhores de todos.

SIGNIFICADO: Sri Anupama foi o pai de Srila Jiva Gosvami e o irmão caçula de Sri Sanatana Gosvami e Srila Rupa Gosvami. Seu nome anterior era Vallabha. Mas após encontrar-se com ele o Senhor Caitanya o deu o nome de Anupama. Eles receberam o título de Mullik porque trabalhavam no governo muçulmano. Mullik significa Senhor e se refere a famílias ricas e respeitáveis que tem ligação com o governo.

Sri Rupa Gosvami e Vallabha foram para Vrindavana seguindo as instruções de Mahaprabhu. Primeiro foram para Mathura onde encontraram um cavalheiro chamado Subuddhi Raya, que se mantinha vendendo lenha seca e eles lhe mostrou a as doze florestas de Vrindavana. Mas não conseguiram encontrar a Sanatana Gosvami. Anupama, o irmão caçula morreu e Rupa Gosvami informou a Senhor Caitanya este incidente e Vallabha era um grande devoto do Senhor Ramacandra e nunca conseguiu seguir a adoração de Radha Govinda.

Descreve-se Rupa Gosvami como a Gopi chamada Sri Rupa Manjari. Sri Rupa Gosvami escreveu muitos livros, dezesseis livros mais importantes: (1) Hamsadhuta ,(2) Udhava Sandesa, (3) Krishna- janma- tithi- vidhi, (4 e 5) Ganoddesa-dipika, Brhat (maior) e Laghu (menor), (6) Stavamala, (7) Vidagdha-madhava, (8) Lalita Madhava, (9) Dana-keli-Kaumudi, (10)Bhakta rasamrta-sindhu,(11) Ujjvala-nilamani, (12) Akhyatha- candrika, (13) Mathura-Mahima, (14 )Padyavali, (15) Nataka -candrika e (16) Laghu- bhagavatamrta. Sri Rupa Gosvami rompeu todos os laços familiares, passou a ordem de vida renunciada e Dividiu seu dinheiro dando cinquenta por cento aos brahmanas e Vaisnavas e vinte e cinco por cento para seus familiares e vinte e cinco por cento guardou pra emergências pessoais. Sri Caitanya Mahaprabhu costumava elogiar seus manuscritos e ele podia compor versos segundo o desejo de Senhor Caitanya Mahaprabhu., sob cuja orientação ele escreveu dois livros chamados Lalita Madhava e Vidaghada- madhava. Senhor Caitanya desejava que Sanatana Gosvami e Rupa Gosvami escrevessem muitos livros apoiando a doutrina Vaisnava e também os aconselhou a ir a Vrindavana.

seis gosvamis

O Gaura-ganoddesa-dipika descreve que Sri Sanatana Gosvami era outrora conhecido como Rati-Manjari ou as vezes como Labanga-manjari. Seu mestre espiritual Vidyavacaspati permanecia na aldeia de Ramakeli com Sanatana Gosvami, que estudou com ele toda a literatura védica. Sanatana Gosvami tinha uma relação muito intima com os reis maometanos e segundo os preceitos smartas ele já era convertido em maometano. Por isso ele era sempre muito humilde e manso e apesar de pertencer a uma classe respeitável de família de brahmanas como considerava seu comportamento abominável ele nunca tentava colocar-se entre os brahmanas senão que sempre permanecia na compania de pessoas de castas inferiores. Ele escreveu o Hari-bhakti-Villasa e o Vaisnava- tosani que é um comentário sobre o décimo canto do Srimad Bhagavatam. E também escreveu Laghu-tosani.

Sri Caitanya Mahaprabhu ensinou seus princípios a partir de quatro seguidores principais. Através de Ramananda Raya ele ensinou que um devoto pode eliminar totalmente o poder do cupido. Pelo poder do cupido, assim que alguém vê uma bela mulher fica fascinado por sua beleza. Sri Ramananda Raya venceu o orgulho do cupido pois ele foi o diretor da dança pessoal de mocinhas extremamente belas no Jagannatha-vallabha-nataka. Mas nunca se deixou afetar pela beleza da juventude delas. Sri Ramananda Raya pessoalmente banhava essas mocinhas, tocava-as e ainda assim se mantinha calmo e desapaixonado como um grande devoto deve ser. Senhor Caitanya declarou que isso só era possível para Ramananda Raya. Damodara Pândita foi notável pela sua objetividade como crítico. Ele não poupava nem mesmo o Senhor Caitanya em seu criticismo. Isso também ninguém mais pode imitar. Haridas Thakura é especial por sua tolerância pois muito embora tenha sido surrado com varas em vinte e dois mercados, não obstante tolerou tudo. De forma semelhante Sri Sanatana Gosvami embora pertencesse a uma família de Brahmanas muito respeitavel era excepcional por sua humildade e mansidão.

GLOSSÁRIO

Uttama Bhagavatam: o nível mais elevado de Bhakti; alguém que sempre vê Bhagavad bhakti (amor extático) em todos os seres.

Uttama Bhakti: é o cultivo de atividades que estão dirigidas exclusivamente para satisfação de Sri Krishna. A corrente initerrupta a serviço de Sri Krishna executada através da experiência de distintos sentimentos espirituais (bhavas) não está coberto por jnãna e Karma que além disso está livre de qualquer desejo que não seja a aspiração de fazer feliz a Sri Krishna.

KALYANA KALPATARU Sanbandha abhidheya prayojana (3,4)

Vaikuntha

“Apego transcedental pelo Senhor o qual aumenta a maior doçura de Mahabhava e eternamente presente na morada de Vaikuntha. O reflexo pervertido é encontrado dentro do mundo material na forma do insignicante intercurso sexual entre homem e mulher o qual na verdade produz um oceano de miséria.”

FRASE DO DIA Srila Bhaktivinoda Thakur

“Onde quer que seja que eu cante os Santos Nomes, todos os perigos vão embora.”

SESSÃO ACHARYA Srila Bhodayan Maharaj

Srila Bhodayan Maharaj

“A sujeira do nosso coração é o desejo de nome e fama e nossa tendência é criticar o serviço que fazem os outros, inclui inveja, desejo por fama, mas todos os obstáculos podem ser controlados se cantamos. Todos devem seguir o principio de limpeza suci. Externamente é muito fácil estar limpo, mas ainda sim temos muitos problemas. Uma pessoa pode ser muito bela, mas ter muita sujeira dentro.”

RECORDAR

Escreva de forma resumida o propósito do Srimad Bhagavatam.

É a autoridade imaculada em relação ao conhecimento espiritual. Seu propósito é descrever um sistema religioso que está livre de todo engano. Os quatro objetivos da vida humana (artha, dharva, kama e moksa) são considerados kaithava ou auto engano. O desejo de liberação é o mais profundo de todos porque pode erradicar rapidamente todos os créditos que uma pessoa ganha no caminho da devoção.

SRIMAD BHAGAVATAM (1,13).

O que fez Dhristarasta depois de receber as instruções de Vidhura.

Convencido através do conhecimento introspectivo rompeu de uma vez a forte rede da afeição familiar com determinação resoluta. Ele deixou o lar e Gandhari, sua esposa, o seguiu rumo as montanhas dos Himalaias.

Comments are closed.